segunda-feira, 27 de julho de 2009

Esperas e planos

Contei as horas passarem, enquanto olhava a luz esfumar-se pela janela com a cortina aberta. Irrompeste da noite, fazendo do quarto escuro o local mais brilhante da cidade. Escondi-me, no rasto de borboletas que deixavas pintadas no chão, a cada passo. Eram azuis, bem claras, e esvoaçavam tristes, como se deixarem de fazer parte de ti fosse a maldição superior que lhes tinha sido reservada. Com inveja, olhei a cadeira onde te sentaste, vagarosamente, de ar cansado. Despes as angústias do dia-a-dia e escolhes a expressão facial perfeita para me tirar um sorriso – ainda maior. Parar o olhar em ti, nestes momentos, é tão sublime que me faz querer passar horas a antecipar o toque da tua pele. Talvez para saber melhor, talvez de tão bonito quadro se tratar. Um dia vou comprar-te um banco e uma tela, e ficarei uma semana a ver-te pintar, de lençol entrelaçado no corpo. Escrever-te-ei todos os dias, enquanto te fito, e obrarei um best-seller, um elogio ao amor. Levantas-te com graciosidade e em passos pequenos – pequeninos - aproximas-te de mim. Deitas-te, transformas a cama em rede dupla, presa a duas palmeiras numa ilha exótica, e ficamos a coleccionar queimaduras solares em plena madrugada, enrolados na confusão de membros mais mimada que encontramos. Corremos o céu a reservar constelações, a alugar pedaços de lua e a projectar viagens a planetas distantes. No fim, não temos absolutamente nada do que planeámos, durante a noite, mas vamo-nos tendo, e enquanto assim for, não há um despertar sem que olhe para o lado e me cause a melhor disposição da vizinhança. Eles não sabem o meu segredo, nem vão saber, não abdico dele por nada. A culpa é tua. Sempre tua.

5 comentários:

Clara Mafalda disse...

acho que os marcadores denunciam tudo.
um verdadeiro elogio ao amor, uma sublime forma de o abraçar, de o cultivar, de o saber expressar :)*

Sara disse...

que sono :P

Rui disse...

- Isso é elogio a mais, mulher, até fico a pensar que tenho aqui alguma coisa decente :D Obrigado *

- Baah, preferiste o texto do auto-broche? :D

l. disse...

este é bonito*

Sara disse...

Yah xD pelo menos nesse não me parava de rir :P